Repositório Institucional UNIFRAN Dissertações Mestrado em Linguística
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/1044
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSantos, Fausi dos-
dc.date.accessioned2020-09-02T18:23:10Z-
dc.date.available2020-09-02T18:23:10Z-
dc.date.issued2014-04-15-
dc.identifier.citationSANTOS, Fausi dos. Corpo e sexualidade nas redes sociais: o advento do ciberespaço (re)significando e (re)construindo a noção de 'si' do sujeito contemporâneo. Franca, 2014. 104 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade de Franca. 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/1044-
dc.description.abstractThis dissertation is part of the project “Education Observatory” of Unifran. It assumes that the discourse about the body and sexuality within the school, in most cases, is controlled or deleted or omitted for various reasons and circumstances. However, young people of high school, out of school, especially in social networks write about their bodies and their sexuality. Therefore, research that can observe and analyze what the discursive practices and identity are in relationship and internet sites, you can make allowances for thinking discourses about the body and sexuality within the school. Discursively analyze the Body and Sexuality as a gesture interpretation of thought in different fields of social utterance is not an easy task as bumps on the finding that the subjective production of meaning bordering varying effects in different eras, social and existential contexts. Any serious interpretive approach takes into account the different positions that the discursive subject and enunciator occupies in certain contexts and situations, hence the need to observe the body and sexuality as a given and not closed in on itself, conceptually fact, but as realities process at different times manifest effects of varying direction. In this sense, the central objective of this dissertation is to identify and discursively reflect the modes of reading and seeing the body and sexuality in social networks and analyze the effects of meaning that (re)signify and discursively (re)construct the notion of self in cyberspace. The corpus analysis configures itself, first, in the speeches of interaction between man and machine while informational and computational platform and then the discourse practices and productions of meaning that this interaction produces and develops in the form of man and enunciate your body subjectivise and their sexuality. A community that offers virtual relationship services as a way to understand the processes of self-presentation discursively produced by users of the network was analyzed. The community is entitled: Badoo. The theoretical framework utilizes the concepts established in the work of Michel Foucault, History of Sexuality, which will be a landmark because it reveals an essential tool in understanding the mechanisms of power and knowledge used by the company in the construction of utterances. These exert fundamental influences on the structuring of subjectivity or identity of the "sexual" subject. The Foucaultian concept of "subjugated subject" reinforces the hypothesis that the existence of social networks as a platform used in manifesting your desires and frustrations on topics related to sexuality (sexual orientation, gender discrimination, homophobia, body and sex), collaborates in the preparation enunciations denouncing significant changes in perception of self and the development of new devices manifestation of sexuality. Current informational and communicational machines are not content to convey representative contents, but also contribute to the making of new assemblages of enunciation (individual and/or collective). Other theoreticians are also used, such as: Eni P. Orlandi, Eva Illouz, Zygmunt Bauman, Denise Bernuzzi Sant'Anna, Giovanne Reale, Mary Del Priore, Peter N. Stearns, Dominique Maingueneau, Félix Guattari, Adauto Novaes. As the machinery of social networks used today as technology itself, which questions whether they exert influence in the context of preparation of utterances about sexuality and the body. And yet, as these machineries exert power to support the production of subjectivity? Thus, it is believed to establish some points of reflection to better understand the ways of reading and view sexuality and the body and hence the elaborate speeches on social networks and other platforms for producing and reading text. Keywords: body, sexuality, social networking, discursive practices; subjectivitypt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade de Francapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCorpopt_BR
dc.subjectSexualidadept_BR
dc.subjectRedes sociaispt_BR
dc.subjectPráticas discursivaspt_BR
dc.subjectSubjetividadept_BR
dc.titleCorpo e sexualidade nas redes sociais: O advento do ciberespaço (re)significando e (re)construindo a noção de “si” do sujeito contemporâneopt_BR
dc.title.alternativeBody and sexuality in social networks: The advent of cyberspace (re) signifying and (re) constructing the notion of “self” of the contemporary subjectpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.creator.ID5945276240399597pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5945276240399597pt_BR
dc.contributor.advisor1Figueiredo, Maria Flávia-
dc.contributor.advisor1ID0501927833510978pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0501927833510978pt_BR
dc.contributor.referee1Palma, Glória Maria-
dc.contributor.referee1ID1652978740401675pt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1652978740401675pt_BR
dc.contributor.referee2Rodrigues, Marília Giselda-
dc.contributor.referee2ID5631344543606220pt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/5631344543606220pt_BR
dc.description.resumoEsta dissertação é parte do Projeto do Observatório da Educação da Unifran. Surge da premissa de que o discurso sobre o Corpo e a Sexualidade dentro da escola, na maior parte das vezes é controlado ou apagado ou omitido por diversos motivos e circunstâncias. No entanto, os jovens do Ensino Médio, fora da escola, principalmente nas redes sociais discursivizam sobre seu corpo e sua sexualidade. Portanto, uma pesquisa que possa observar e analisar quais as práticas discursivas e identitárias se fazem em sites de relacionamento e na internet pode dar subsídios para pensar os discursos sobre o corpo e a sexualidade dentro da escola. Analisar discursivamente o Corpo e a Sexualidade enquanto gesto de interpretação do pensamento em diferentes campos de enunciação social não é tarefa fácil, pois esbarra na constatação de que as produções subjetivas margeiam variados efeitos de sentido em diferentes épocas, contextos sociais e existenciais. Qualquer abordagem interpretativa séria, leva em consideração os diferentes posicionamentos que o sujeito discursivo e enunciador ocupa em determinados contextos e situações; daí a necessidade de observar o corpo e a sexualidade não como um fato dado e fechado em si mesmo, conceitualmente, mas como realidades em processo que, em diferentes épocas, manifestam efeitos de sentido variados. Sendo assim, o objetivo central desta dissertação é identificar e refletir acerca dos modos de ler e ver o corpo e a sexualidade em redes sociais e analisar os efeitos de sentido que (re)significam e (re)constroem discursivamente a noção de si no ciberespaço. O corpus de análise configura-se, primeiramente, nos discursos de interação do homem com a máquina enquanto plataforma informacional e computacional e, depois, nas práticas discursivas e produções de sentido que essa interação produz e desenvolve na forma do homem enunciar e subjetivar seu corpo e sua sexualidade. Foi analisada uma comunidade que oferece serviços de relacionamento virtual, como forma de entender os processos de apresentação de si produzidos discursivamente pelos usuários da rede. A comunidade se intitula: Badoo. O arcabouço teórico utiliza os conceitos estabelecidos na obra de Michel Foucault, História da Sexualidade, que será um dos pontos de referência, pois se revela uma ferramenta essencial no entendimento dos mecanismos de poder e de saber utilizados pela sociedade na construção de enunciações. Estas exercem influências fundamentais na estruturação da subjetividade ou da identidade do sujeito “sexual”. O conceito foucaultiano de “sujeito assujeitado” reforça a hipótese de que a existência das redes sociais como plataforma utilizada na manifestação dos desejos e frustrações sobre temas relacionados à sexualidade (opção sexual, discriminação de gênero, homofobia, corpo e sexo) colabora na elaboração de enunciações que denunciam mudanças significativas na percepção de si e na elaboração de novos dispositivos de manifestação da sexualidade. As atuais máquinas informacionais e comunicacionais não se contentam em veicular conteúdos representativos, mas concorrem igualmente para a confecção de novos Agenciamentos de enunciação (individuais e/ou coletivos). Outros teóricos também são utilizados, tais como: Eni P. Orlandi, Eva Illouz, Zygmunt Bauman, Denise Bernuzzi de Sant‟Anna, Giovanne Reale, Mary Del Priore, Peter N. Stearns, Dominique Maingueneau, Félix Guattari, Adauto Novaes. Sendo as maquinarias das redes sociais hoje utilizadas como tecnologias de si, questiona-se qual influência elas exercem no contexto de elaboração de enunciações sobre a sexualidade e o corpo. E ainda, como essas maquinarias exercem poder de suporte na produção de subjetividade? Desta forma, acredita-se estabelecer alguns pontos de reflexão para melhor entender os modos de ler e ver a sexualidade e o corpo e, consequentemente, os discursos elaborados nas redes sociais e em outras plataformas de produção de leitura e texto. Palavras-chave: corpo; sexualidade; redes sociais; práticas discursivas; subjetividade.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentPós-Graduaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Mestrado em Linguísticapt_BR
dc.publisher.initialsUNIFRANpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApt_BR
Aparece nas coleções:Mestrado em Linguística

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fausi dos Santos.pdf1.58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.