Repositório Institucional UNIPÊ Trabalho de Conclusão de Curso Medicina (Bacharelado)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/1381
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Percepção em medicina sobre o ensino da oncologia em diferentes momentos da sua formação
Autor(es): Albuquerque, Beatriz Benevides Martins Cavalcanti de
Primeiro Orientador: Alves, Mariana Cartaxo
Resumo: Introdução: O câncer é uma doença bastante prevalente e é considerada a segunda causa de morte no Brasil, sendo muito estigmatizada não apenas pela população geral, mas também pelos profissionais de saúde envolvidos no cuidado do paciente acometido e sua família. A visão do estudante de medicina, futuro médico, precisa ser ampliada e preparada para o correto manejo do paciente oncológico, sendo essencial o ensino da oncologia de maneira particular ainda na sua graduação. Desta maneira, objetivou-se avaliar como o ensino da oncologia como unidade curricular específica impacta na formação do estudante de Medicina em diferentes etapas da sua formação. Método: Foi realizada uma pesquisa de campo do tipo transversal descritiva com análise estatística de dados de maneira descritiva quantitativa e inferencial por meio do teste de Kruskal-Wallis, através de um questionário enviado por plataforma online, a fim de analisar as respostas de 186 estudantes de medicina do Centro Universitário de João Pessoa - UNIPE de diferentes períodos. Resultado: Foi observada de maneira descritiva melhores respostas nos alunos que estão em períodos mais avançados do curso, com significância estatística (p = 0,001) para a questão da alopecia induzida por quimioterapia. Dentre os alunos que responderam o questionário, 39,2% escolheriam a Oncologia como especialidade, no entanto, os alunos dos períodos mais precoces tinham mais propensão a escolher essa especialidade. Os alunos questionados acreditam que a Oncologia não é a especialidade de escolha em mais de 90% dos estudantes de medicina. Conclusão: A Oncologia ainda é vista por muitos estudantes de medicina como uma especialidade atrelada a muitas perdas, sendo o principal motivo que os leva a não escolher essa área. O estudo demonstrou significância estatística na variável da alopecia induzida por quimioterapia, tendo diferença estatisticamente comprovada entre alunos de períodos mais avançados. Nas outras questões, os alunos dos 9⁰ e 12⁰ períodos também tiveram mais acertos, porém sem significância estatística. É essencial manter-se a graduação de Medicina de maneira integral, abrangendo os conteúdos oncológicos de maneira adequada para uma formação médica generalista. Conclui-se sobre a importância de uma graduação apresentado a Oncologia como componente curricular obrigatório, de forma integral e unificada.
Abstract: Introduction: Cancer is a high prevalent disease and is the second leading cause of death in Brazil, being very stigmatized not only by the general population, but also by health professionals involved in the care of the affected patient and his family. The vision of the medical student, as future doctor, needs to be broadened and prepared for the correct management of the oncology patient, being essential the teaching of oncology with a particular way even in his graduation. Thus, the present study aims to assess how the oncology teaching as a specific curricular unit affects the training of medical students at different stages of the education. Method: A cross-sectional descriptive field research was carried out with statistical analysis of data in a descriptive quantitative and inferential manner using the Kruskal-Wallis test, through a questionnaire sent by online platform, in order to analyze the responses of 186 medical students from João Pessoa University Center - UNIPE from different periods. Result: Better responses were observed in a descriptive manner in students who are in more advanced periods of the course, with statistical significance (p = 0.001) for the question of chemotherapy-induced alopecia. Among the students who answered the questionnaire, 39.2% would choose Oncology as a specialty, however, students from the earliest periods were more likely to choose this specialty. Questioned students believe that oncology is not the specialty of choice in more than 90% of medical students. Conclusion: Oncology is still seen by many medical students as a specialty linked to many losses, being the main reason why they do not choose this area. The study demonstrated statistical significance in the variable of alopecia induced by chemotherapy, with a statistically proven difference between students of more advanced periods. In other questions, students from the 9th and 12th periods also had more hits, but without statistical significance. It is essential to maintain the degree of Medicine in an integral way, covering the oncological contents in an appropriate way for general medical training. It concludes about the importance of a degree presented to Oncology as a mandatory curricular component, in a comprehensive and unified way.
Palavras-chave: Ensino Médico
Câncer
Oncologia
CNPq: CNPQ::CIÊNCIAS DA SAÚDE::MEDICINA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Centro Universitário de João Pessoa
Sigla da Instituição: UNIPÊ
Citação: ALBUQUERQUE, Beatriz Benevides Martins Cavalcanti de. Percepção em medicina sobre o ensino da oncologia em diferentes momentos da sua formação.2020.29 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Centro Universitário de João Pessoa - UNIPÊ, João Pessoa,2020.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/1381
Data do documento: 27-Jul-2020
Aparece nas coleções:Medicina (Bacharelado)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Beatriz Benevides Martins C. de Albuquerque_TCC.pdf313.47 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.