Repositório Institucional POSITIVO Universidade Positivo Dissertação Programa de Pós-Graduação em Administração
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/2211
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMachado, Rafael Carvalho-
dc.date.accessioned2021-05-21T13:47:16Z-
dc.date.available2018-
dc.date.available2021-05-21T13:47:16Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttps://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/2211-
dc.description.abstractThe sustainability challenge is not just a technology issue. Technological solutions have proved to be insufficient to reduce the social and environmental impact of human activities, contributing to the consumption of natural and human resources above what the planet is capable of providing. In this sense, socio-­eco-­innovations – changes that improve the socio-­environmental performance of activities – are developed beyond technology: in society's behavior. One of the sectors that has been widely questioned for its impact on both natural resources and the exploitation of human resources is the textile and clothing industry. In the case of Brazil, retailers assume this responsibility before society, on the one hand because it is closer to the final consumer that bears these questions and, on the other hand, because it is the strongest point in the production chain. In this way, the socio-­eco-­innovations in this industry was sought in retailing, through case study of a large national retailer. The study was developed based on the Sociotechnical Transition theory, using the multilevel perspective and on the Social Practice theories, seeking to understand the dynamics of the activities of production and diffusion of socio-­ecoinovations. The qualitative perspective of the research used non-­participant observations and interviews as methods of data collection and for the analysis were reconstructed practices identified and compared with the evolution of the process of transition to sustainability in the sector. With these analyzes, points of intersection between the sociotechnical system of clothing retail and the development of socio-­eco-­innovation practices were identified. The results were consistent with the theoretical approximations of the two theories, which identify the existence of points of intersection between sociotechnical regimes and landscape and the elements of social practices, creating a kind of lock-­together that is capable of creating a kind of dependence of the trajectory in the emergence of socio-­eco-­innovations of niche. The study concluded that the two theoretical approaches, although not intended to be unified, allow a better understanding of a phenomenon and the translation of these points of intersection into understandings of social practice deserves attention from future studies.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Positivopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAdministraçãopt_BR
dc.subjectPolítica pública - Aspectos sociaispt_BR
dc.subjectComércio varejistapt_BR
dc.subjectVestuáriopt_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.titleIntersecção do sistema sociotécnico e inovação em práticas sociais no varejo de vestuáriopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6660943880326557pt_BR
dc.contributor.advisor1Cunha, Sieglinde Kindl da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2056351159333574pt_BR
dc.description.resumoO desafio da sustentabilidade não é um tema exclusivo da tecnologia. Soluções tecnológicas têm se mostrado insuficientes para diminuir o impacto socioambiental das atividades humanas, contribuindo para o consumo de recursos naturais e humanos acima daquilo que o planeta é capaz de prover. Nesse sentido, as sócio-­ecoinovações – mudanças que melhoram o desempenho socioambiental das atividades – são desenvolvidas além da tecnologia, mas no próprio comportamento da sociedade. Um dos setores que tem sofrido muitos questionamentos por seu impacto tanto nos recursos naturais quanto na exploração de recursos humanos é a indústria têxtil e do vestuário. No caso brasileiro, o varejo assume essa responsabilidade perante a sociedade, por um lado por estar mais próximo do consumidor final que porta esses questionamentos e, por outro lado, por ser a ponta mais forte da cadeia produtiva. Dessa forma buscou-­se no varejo sócio-­ecoinovações nesta indústria, através do estudo do caso de um grande varejista nacional. O estudo se desenvolveu com base na teoria da Transição Sociotécnica, com a utilização da perspectiva multinível e nas teorias da Prática Social, buscando compreender a dinâmica das atividades de produção e difusão de sócio-­ecoinovações. A perspectiva qualitativa da pesquisa utilizou entrevistas e observações não-­participantes como métodos de coleta de dados e para a análise foram reconstruídas práticas identificadas e comparadas com a evolução do processo de transição para a sustentabilidade no setor. Com essas análises, foram identificados pontos de intersecção entre o sistema sociotécnico do varejo de vestuário e o desenvolvimento das práticas sócio-­ecoinovadoras. Os resultados apresentaram-­se coerentes com as aproximações teóricas das duas teorias, que identificam a existência de pontos de intersecção entre regimes e paisagem sociotécnicos e os elementos das práticas sociais, criando uma espécie de lock-­ together que é capaz de criar uma espécie de dependência de trajetória no surgimento de sócio-­ ecoinovações de nicho. O estudo concluiu que as duas abordagens teóricas, embora não se pretendam unificáveis, permitem a melhor compreensão de um fenômeno e a tradução desses pontos de intersecção em entendimentos da prática social merece atenção de estudos futuros.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentPós-Graduaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.publisher.initialsUPpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018 RAFAEL CARVALHO MACHADO.pdf4.21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.