Repositório Institucional UNIFRAN Dissertações Mestrado em Promoção de Saúde
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/465
Tipo: Dissertação
Título: Modo de uso, armazenamento e descarte de medicamentos: relatos de portadores de doenças crônicas não transmissíveis cadastrados pela estratégia saúde da família de cinco municípios mineiros
Título(s) alternativo(s): Mode of use, storage and disposal of medicines: reports of patients with chronic non-communicable diseases registered by the family health strategy of five municipalities in Minas Gerais
Autor(es): Caixeta, Nádia Camila Rodrigues Costa
Primeiro Orientador: Figueiredo, Glória Lúcia Alves
Primeiro coorientador: Martins, Carlos Henrique Gomes
metadata.dc.contributor.referee1: Ramos, Salvador Boccaletti
metadata.dc.contributor.referee2: Cesarino, Evandro José
Resumo: Os portadores de DCNT são particularmente expostos a problemas relacionados com o uso de medicamentos, devido à polifarmácia e tratamentos prolongados para o controle das doenças e melhoria da qualidade de vida. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar o modo de uso, armazenamento e descarte de medicamentos de portadores de DCNT, cadastrados pela ESF de cinco municípios mineiros. Trata-se de um estudo descritivo, transversal com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados por meio de entrevista domiciliar, utilizando o aplicativo droidSURVEY, disponibilizado em tablets e dispositivos móveis de smartphones para armazenamento dos dados. Para a análise estatística utilizou-se o software R, versão 3.3.0. As entrevistas domiciliares foram realizadas com 512 indivíduos portadores de DCNT cadastrados pela ESF e que utilizaram medicamentos para tratamento destas doenças, no período de março a julho de 2016. Houve predomínio do sexo feminino (64%), estado civil casado (53%), com faixa etária entre 60 e 69 anos (30%), escolaridade inferior a sete anos de estudo (80%) e renda salarial constituída entre 1 e 3 salários mínimos (84,6%), vigente em 2016. As DCNT declaradas pelos participantes foram 81,4% por doenças do sistema circulatório, 46,6% por doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas, e, 27,7% por transtornos mentais e comportamentais. Quanto às comorbidades, estiveram presentes em 54,2% dos portadores de DCNT. O modo adequado de uso dos medicamentos foi classificado em 77% dos participantes e, em 23% foram identificadas situações em que o modo de uso dos medicamentos estava inadequado devido ao desacordo posológico (42,7%) e por interrupção do tratamento (57,3%). Quanto ao local de armazenamento dos medicamentos, o quarto foi o local mais frequente (58,7%). A maioria (90,7%) dos locais foram classificados como seguros e adequados. Quanto ao local de descarte dos medicamentos inutilizados, o meio ambiente (92,2%) foi o principal local citado. A destinação correta dos medicamentos foi constatada em apenas 7,23%. A elevada frequência de indivíduos que realizam adequadamente o tratamento e o armazenamento dos medicamentos possibilitam sugerir que este resultado é fruto da parceria da equipe de saúde da família com o doente crônico e a família, colocando em prática o conceito da aliança terapêutica. Quanto ao destino adequado dos medicamentos, caberia aos gestores em parceria com a população elaborarem políticas de esclarecimentos e incentivos, a fim de reduzir os possíveis e previsíveis problemas de saúde pública.
Abstract: The patients with CNCD are particularly exposed to problems related to the use of medications due to polypharmacy and prolonged treatments for disease control and improvement of quality of life. This research aimed to evaluate the use, storage and disposal of medicines of patients with chronic non-communicable diseases, registered by the FHS of five Minas Gerais towns. This is a descriptive, crosssectional study with a quantitative approach. Data were collected through home interviews, using the droidSURVEY application, made available on tablets and smartphone mobile devices for data storage. For the statistical analysis the software R, version 3.3.0, was used. The home interviews were performed with 512 individuals with CNCD registered by the FHS e who used medication to treat those diseases, from March to July 2016. The survey data were characterized by a predominance of women (64%), married (53%), aged between 60 and 69 years (30%), education lower than seven years of study (80%), in addition to having income between 1 and 3 minimum wages (84.6%), effective in 2016. The CNCD declared by the participants were 81.4% of diseases of the circulatory system, 46.6% of endocrine, nutritional and metabolic diseases, and 27.7% of mental and behavioral disorders. As for the comorbidity, we verified the presence in 54.2% of patients with CNCD. The proper way of using the medicines was classified in 77% of the participants and in 23%, situations were identified in which the way of using the medicines was inadequate due to dose disagreement (42.7%) and discontinuation of treatment (57,3%). As for medicine storage location, the bedroom was the predominant place (58.7%). Most (90.7%) places were rated safe and suitable. Regarding the disposal place of unused medicine, the environment (92.2%) was the main location cited. The proper destination of medicines was found in only 7.23%. The high frequency of individuals who adequately carry out the treatment and storage of medicines makes it possible to suggest that this result is the result of FHSs partnership with the chronic patient and the family, putting into practice the concept of the therapeutic alliance. Regarding the proper destination of the medicines, it would be up to managers in partnership with the population to develop policies for clarification and incentives, in order to reduce possible and foreseeable public health problems.
Palavras-chave: Estratégia Saúde da Família
Doença crônica
Uso de medicamentos
Armazenamento de medicamentos
Eliminação de resíduos de serviço de saúde
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade de Franca
Sigla da Instituição: UNIFRAN
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Mestrado em Promoção de Saúde
Citação: CAIXETA, Nádia Camila Rodrigues Costa. Modo de uso, armazenamento e descarte de medicamentos: relatos de portadores de doenças crônicas não transmissíveis cadastrados pela estratégia saúde da família de cinco municípios mineiros. Franca, SP, 2017. 83 f. Dissertação (Mestrado em Promoção de Saúde) - Universidade de Franca. 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/465
Data do documento: 11-Mai-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Promoção de Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Nadia Rodrigues Costa Caixeta.pdf1.26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.