Repositório Institucional UNIFRAN Dissertações Mestrado em Promoção de Saúde
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/639
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorNavas, Ana Paula-
dc.date.accessioned2020-05-07T20:16:31Z-
dc.date.available2020-05-07T20:16:31Z-
dc.date.issued2010-03-25-
dc.identifier.citationNAVAS, Ana Paula. Correlação entre obesidade, aptidão cardiorrespiratória e fatores comportamentais em escolares da rede estadual do município de Franca-SP. Franca, 2010. 84 f. Dissertação (Mestrado em Promoção de Saúde) - Universidade de Franca. 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/639-
dc.description.abstractThe substantial increase in the prevalence of obesity and its related diseases such as heart disease, hypertension and diabetes is due largely to the two variables are behavioral: low levels of habitual physical activity and sedentary behaviors. This study sought to identify the relation between obesity, usual level of physical activity and sedentary behaviors in schoolchildren aged 11 to 12 years in the city of FrancaSP. Participated of the study 77 students of three public schools. Were used as indicators of obesity the body mass index (BMI), fat percentage and waist to hip ratio (WHP). The usual level of physical activity and sedentary habits were estimated by cardiorespiratory fitness assessed by the Cooper test and questioner. The relation between variables was verified by Pearson correlation test. The percentage of obesity found in the sample was 10.4%, 7.8% and 22.1% according to BMI, fat percentage and WHR, respectively. With respect to cardiorespiratory fitness, 62.3% of students fell into category "Low". Of the three measures of body fat used in the study, two were highly correlated with the level of physical fitness: BMI and fat percentage. The observed association with WHR was not significant. The correlation between cardiorespiratory fitness and obesity supports the hypothesis that excess weight has an inverse relationship with the level of cardiorespiratory fitness. This fact can be explained because children are overweight spend much energy and greater efforts in the movement of their bodies that is outside the normal range, compared to their non-obese peers.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade de Francapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectObesidadept_BR
dc.subjectSedentarismopt_BR
dc.subjectAtividade físicapt_BR
dc.subjectAptidão cardiorrespiratóriapt_BR
dc.titleCorrelação entre obesidade, aptidão cardiorrespiratória e fatores comportamentais em escolares da rede estadual do município de Franca-SPpt_BR
dc.title.alternativeCorrelation between obesity, cardiorespiratory fitness and behavioral factors in students from state schools in the city of Franca-SPpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.creator.ID5803129322944732pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5803129322944732pt_BR
dc.contributor.advisor1Neiva, Cassiano Merussi-
dc.contributor.advisor1ID4013645288037489pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4013645288037489pt_BR
dc.contributor.referee1Monteiro, Henrique Luiz-
dc.contributor.referee1ID9740488644443034pt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9740488644443034pt_BR
dc.contributor.referee2Tonello, Maria Georgina Marques-
dc.contributor.referee2ID6187227604454019pt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6187227604454019pt_BR
dc.description.resumoO considerável aumento da prevalência de obesidade, bem como de suas doenças correlatas como cardiopatias, hipertensão e diabetes deve-se em grande parte à duas variáveis de natureza comportamental: baixos níveis de atividade física regular e comportamentos sedentários. O presente estudo buscou identificar a correlação da obesidade com o nível de atividade física regular e hábitos sedentários em escolares de 11 e 12 anos do município de Franca –SP. Participaram da pesquisa 77 escolares de três escolas da Rede Estadual de Ensino. Foram utilizados como indicadores de adiposidade corporal o Índice de Massa Corporal, Percentual de Gordura e Relação Cintura Quadril. O nível de atividade física regular bem como os hábitos sedentários foram estimados pela aptidão cardiorrespiratória avaliada através do Teste de Cooper e questionário. A relação entre as variáveis foi verificada através do coeficiente de correlação de Pearson. O percentual encontrado de escolares que se classificaram acima do padrão de normalidade foi de 10,4%, 7,8% e 22,1% segundo o IMC, Percentual de Gordura e RCQ respectivamente. Com relação à aptidão cardiorrespiratória, 62,3% dos escolares se enquadraram na categoria “Fraca”. Dos três indicadores de adiposidade corporal utilizados no estudo, dois apresentaram correlação negativa com o nível de aptidão física: IMC e Percentual de Gordura. A correlação observada com a RCQ não foi significativa. A correlação encontrada entre a aptidão cardiorrespiratória e obesidade confirmam a hipótese de que o excesso de peso apresenta relação inversa com o nível de aptidão cardiorrespiratória. Este fato pode ser explicado porque crianças com excesso de peso despendem maior quantidade de energia e maior esforço para a locomoção de seus corpos que se encontram fora do padrão de normalidade, se comparado a seus pares não obesos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentPós-Graduaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Mestrado em Promoção de Saúdept_BR
dc.publisher.initialsUNIFRANpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICApt_BR
Aparece nas coleções:Mestrado em Promoção de Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana Paula Navas.pdf2.55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.